Unimed Manaus promove novo curso de capacitação do Método Canguru, como parte das ações do Novembro Roxo

Maternidade da Cooperativa Médica é pioneira na implantação do método na rede privada da capital amazonense

Como parte das ações durante o Novembro Roxo, mês de conscientização sobre a prematuridade, a Cooperativa Médica Unimed Manaus realiza no próximo dia 16 de novembro, o curso de capacitação do Método Canguru, esse curso é realizado anualmente desde a implantação do método na maternidade e no decorrer do ano são realizados treinamentos  na forma de roda de conversa para manter a equipe sempre atualizada.

 As inscrições estão sendo feitas no Núcleo de Educação Permanente (Nep) localizado no complexo hospitalar da cooperativa, na avenida Constantino Nery, São Geraldo, zona Centro-sul. As vagas são limitadas para os colaboradores e médicos da maternidade.

“A maternidade Unimed Manaus foi a primeira da rede particular de saúde a adotar esse método, que só é obrigatório para rede pública, porque entendemos que ele melhora o vínculo entre o bebê e a mãe, o pai, a família; estimula e favorece o aleitamento materno mais precoce devido o contato pele a pele, proporciona um melhor desenvolvimento neurocomportamental e psicoafetivo do recém-nascido, explica a médica neonatologista Regina Sodré Fernandes, coordenadora da Unidade Neonatal da Unimed Manaus.

A especialista reforça que o objetivo do curso é desenvolver competência para aplicar o Método Canguru na atenção hospitalar, incluindo os cuidados com o recém-nascido, considerando suas características comportamentais e fisiológicas; os aspectos clínicos, neurocomportamentais, psicoafetivos e sociais do recém-nascido; a influência do ambiente da unidade neonatal no bebê, família e equipe; as redes de apoio como suporte ao recém-nascido e família em cada etapa do Método Canguru, entre outros.

Método Canguru

Em 2000, o Método Canguru (MC) foi estabelecido como política de saúde no Brasil. É definido pelo Ministério da Saúde (MS) como um modelo de assistência perinatal voltado para o cuidado humanizado, reunindo estratégias de intervenção biopsicossocial.

Embora a obrigatoriedade de aplicação do método seja apenas para as maternidades públicas, compreendendo a sua eficácia, a Unimed Manaus aderiu ao Método em 2013, que foi implementado na Unidade Neonatal, nas três etapas preconizadas.

Fotos: Andreza Jorge/Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content