Ambulatório de Diversidade Sexual da Policlínica Codajás finaliza terceira ação extra em saúde para usuários LGBTQIA+

Ambulatório de Diversidade Sexual e Gêneros da Policlínica Codajás existe há cinco anos e funciona nas instalações da unidade de saúde

Atender de forma humanizada e proporcionar a todos um Sistema Único de Saúde de qualidade. Esta é a proposta oferecida pela Policlínica Codajás, unidade de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (Saúde/AM), que encerrou nesta sexta-feira (4/11), a terceira rodada de atendimentos extras em saúde para homens tranAmbulatório de Diversidade Sexual da Policlínica Codajás finaliza terceira ação extra em saúde para usuários LGBTQIA+s, não binários e mulheres homoafetivas, no Ambulatório de Diversidade Sexual e Gêneros do Estado do Amazonas.

A coordenadora do Ambulatório de Diversidade Sexual e Gêneros, ginecologista Dária Neves, explica que a ação é uma parceria com a Universidade Do Estado do Amazonas (UEA), com a pesquisa Transelus. 

 “O HPV é algo que precisa ser monitorado, já que causa câncer em diversas partes do corpo. A única forma que podemos acompanhar é por meio deste exame preventivo, que está sendo oferecido hoje conosco. Estamos satisfeitos com o número de usuários que atenderam nosso chamado e estão cuidando da saúde pessoal”, declarou. 

 Das 9h às 16h, desta sexta-feira, a população LGBTQIA+ foi atendida com coletas de colpocitologia oncótica (preventivos), genotipagem para Papiloma Vírus Humano (HPV) e microbiota vaginal; também esteve à disposição os testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C.

A estudante Júlia Pereira, 22, de gênero não binário, esteve na Policlínica Codajás para realizar o exame de HPV. Usuária do ambulatório há oito meses, ela conta que encontrou acolhimento no espaço. 

 “Busco o local para usar os serviços de psicologia. E soube nos grupos LGBT que teríamos essa ação hoje e vim aproveitar a oportunidade e cuidar mais da saúde. Estou feliz e espero que possamos ter mais ações como estas, que me beneficia e beneficia também meus amigos, que precisam de saúde e qualidade de vida”, declarou. 

Além dos exames, uma equipe multidisciplinar composta por enfermeiros, técnicos e médicos especialistas em ginecologia realizaram o atendimento clínico, para consultas de rotinas e pedidos de novos exames, via regulação.

O grupo de apoio às famílias LGBTQIAP+ da Policlínica Codajás, formado por psicólogas da unidade, também esteve presente no evento, orientando e atendendo pacientes e familiares durante todo dia. 

Ambulatório

O Ambulatório de Diversidade Sexual e Gêneros da Policlínica Codajás existe há cinco anos e funciona nas instalações da unidade de saúde. Atualmente, cerca de 500 usuários cadastrados têm atendimento em saúde à disposição, mensalmente, com profissionais de ginecologia, endocrinologia, serviço social, psicologia e enfermagem.

O serviço é oferecido sem precisar de agendamento prévio, via sistema de regulação. Para saber mais sobre os atendimentos e agendamentos, basta que o usuário se dirija a Policlínica Codajás, localizada na avenida Codajás, Cachoeirinha, zona sul da capital, munido de documento de identificação e carteira do Sistema Nacional de Saúde (SUS), onde será ouvido pela Assistente Social do ambulatório, que conduzirá o usuário as demais consultas necessárias.

 Fotos: Islânia Lima/Policlínica Codajás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content