Setor avança com a utilização de mangueira para vapor frigorífico

O Brasil está entre os maiores produtores e exportadores do setor frigorífico no mundo. De acordo com uma projeção realizada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o país deve fechar o ano de 2022 com uma produção de 9,75 milhões de toneladas de carne, ficando atrás apenas dos EUA. O avanço do setor estimula o surgimento de novas técnicas para otimização dos processos, como o uso de mangueira para vapor frigorífico, que exige adequação às normas sanitárias.

No geral, a produção frigorífica é dividida em quatro diferentes processos, conhecidos como bovinocultura, avicultura, suinocultura e a piscicultura. Para atingir uma segurança maior e reduzir gastos produtivos, existem hoje soluções como o uso de trocadores de calor, usados principalmente para o abate de aves, e os serviços de vapor, utilizados no processamento de carne e fabricação de subprodutos.

O CEO da fabricante de mangueiras e mangotes, Maxxflex, explica que a função do vapor em processos frigoríficos é garantir que haja um controle mais preciso da temperatura e da pressão exigida pelas produções, para que nada seja comprometido. “O uso do vapor está presente em grande parte da cadeia produtiva, por exemplo, as mangueiras para vapor frigorífico também atendem aos subprodutos que utilizam gordura animal e que se expostos a uma temperatura inadequada podem passar por solidificação, levando muitas vezes a perda do produto”, diz Daniel Rodriguez.

Nas graxarias, o vapor é usado por digestores que fazem o cozimento de subprodutos e diminuem o gasto de energia. Outro principal papel do vapor na indústria é gerar água quente, normalmente usada em diferentes temperaturas para finalidades distintas como higienização de equipamentos, limpeza de superfícies e pisos além da esterilização de facas. 

De acordo com as normas sanitárias a mangueira para vapor frigorífico, empregada na manipulação de matérias-primas e produtos comestíveis, precisa suportar uma temperatura de até 148°C e deve ser identificada pela cor branca. “É aconselhável que as instalações utilizem mangueira para vapor frigorífico fabricadas com um tipo de borracha sintética especial, resistente ao calor e à abrasão”, diz Rodriguez.

Levando em conta a importância da escaldagem, a conservação de produtos, a limpeza das instalações e higiene pessoal dos trabalhadores, a interrupção do vapor em frigoríficos pode acarretar em sérias falhas capazes de se estender por todo o processo de produção. “O recurso teve um papel fundamental para o corte de gastos e aumento da produtividade e segurança no setor, e justamente por isso, é de extrema importância garantir que a mangueira para vapor frigorífico seja utilizada”, finaliza Daniel Rodriguez.

Skip to content