CPRM confirma cheia do Rio Negro dentro da normalidade no terceiro alerta divulgado em Manaus

O 3º Alerta de Cheia divulgado nesta manhã, descarta a possibilidade de emergência em Manaus, que acontece quando o nível do rio chega a 29m.

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou na manhã desta sexta-feira (29), a previsão de cheia 2020, durante coletiva online, o 3º Alerta de Cheia 2020. A previsão mostrou que a cheia do Rio Negro para este ano deve atingir cota máxima entre 27,90m e 28,60 metros. A estimativa descartar a possibilidade de emergência em Manaus, que acontece quando o nível do rio chegar a 29m.

O primeiro alerta foi emitido no dia 31 de março quando o rio apresentou cota dentro da normalidade. Os dados do CPRM mostram também que o nível do Rio Negro corresponde ao que acontece no Rio Solimões, por se encontrarem muito próximos à capital, mesmo sendo rios com drenagens em áreas, cores e velocidades diferentes.

Operação Cheia 2020 – Após a divulgação do terceiro e último alerta de previsão de cheia para a capital amazonense, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil de Manaus (Sepdec), já tem novo planejamento das ações da operação Cheia 2020 a serem realizadas nas áreas passíveis de alagação na cidade de Manaus.

Com base nesta previsão, a terceira fase da operação incluirá mais ações a serem realizadas pelo órgão, como a continuação do monitoramento e construção de pontes em áreas afetadas por conta do fenômeno.

Conforme levantamento divulgado pelo Departamento de Operações do órgão, 80 metros de pontes provisórias já foram construídos em áreas atingidas pela cheia. As pontes foram construídas nos bairros São Jorge (beco Bragança) e Mauazinho (beco do Pescador).

As ações da operação Cheia 2020 iniciaram ainda no mês de janeiro, com a participação das secretarias municipais de Saúde (Semsa), da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Visa Manaus, Guarda Municipal, Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), além da Polícia Militar do Amazonas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content