Presidente Figueiredo é cenário da sequência do filme “Ricos de Amor”, da Netflix

Captado pela equipe de atração de investimentos no setor turístico da prefeitura do município, as filmagens aconteceram durante o mês de agosto, na cachoeira Iracema e gruta da Judeia

A história de amor entre o riquíssimo Teto (Danilo Mesquita) e a humilde Paula (Giovanna Lancellotti), em Ricos de Amor 2, sequência da comédia romântica de 2019, do diretor Bruno Garotti, será boa parte dela ambientada no município de Presidente Figueiredo, entre a cachoeira Iracema, no km 115 da BR 174 e a gruta da Judeia, localizada no km 4 da AM 240 (Estrada de Balbina), no complexo turístico “Caverna Refúgio do Maroaga”.

As gravações aconteceram durante todo o mês de agosto e contaram com apoio logístico da prefeitura de Presidente Figueiredo, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Comércio (Semtec), além da Guarda Municipal, Defesa Civil e da Associação de Guias de Turismo de Presidente Figueiredo (selva).
De acordo com a prefeita Patrícia Lopes, a parceria com a produtora do filme é fruto do trabalho de fortalecimento do setor turístico do município, que vem sendo desenvolvido pela Semtec junto com o Sebrae Amazonas, para inserção de Presidente Figueiredo no turismo cinematográfico. “Atrair as filmagens significa estimular empregos locais, assim como serviços de outros setores, além do que a magia do cinema estimula o desejo por conhecer locações de filmes e esse é o nosso propósito”, afirma.

O titular da Semtec, Edvan Carias, diz não ter dúvida de que o custo-benefício de trazer as gravações da produção cinematográfica para o município é extremamente positivo, uma vez que o filme será traduzido em mais de 23 idiomas e transmitido para de mais de 190 países. “Vamos atrair muita gente para visitar a gruta e a cachoeira Iracema, onde Teto (Danilo Mesquita) e Paula (Giovanna Lancellotti), viveram muitos momentos românticos e de conflitos”, aposta.
Júlio Uchoa, produtor do filme, que negociou com a prefeitura a realização das gravações no município, se disse encantado pela exuberância e diversidade da natureza em Presidente Figueiredo e, principalmente, com a receptividade da prefeita Patrícia Lopes.

“Primeiro de tudo é uma honra está em Presidente Figueiredo, realizando esse sonho de filmar na Amazônia. Um agradecimento mega especial a receptividade que eu tive da prefeita Patrícia Lopes, que me recebeu sorrindo e disse que – se a beleza do nosso município pode contribuir com o filme, nós queremos estar com vocês – e, mais do que tudo, foi sorriso dela, do secretário de Turismo, o sorriso de toda equipe municipal que esteve conosco e, especialmente ao pessoal da Associação de Guias, responsável pelo turismo autossustentável que feito em Presidente Figueiredo, eles heróis em trazer com segurança e cuidado nossos atores e toda a equipe”, agradece.
Sobre o enredo do filme, ele lembrou que no final do primeiro Ricos de Amor, a personagem Paula, que é medica, diz que vem fazer um trabalho com comunidades ribeirinhas e indígenas na Amazônia e essa incursão será feita em Presidente Figueiredo, no segundo filme.

“A gente percorreu vários caminhos pela floresta maravilhosa do município, de grande diversidade, de uma beleza incrível. A gente vai apresentar, lindamente, Iracema (cachoeira), a Judeia (gruta), que vai ser o cenário onde acontece a grande aventura do filme. Mais que mostrar o belo, vamos fazer as pessoas se apaixonarem por Presidente Figueiredo”, afirma.

Além de Presidente Figueiredo, o filme teve locações feita em Manaus, no Teatro Amazonas, e em comunidades ribeirinhas do Rio Negro. Também haverá uma sequência gravada em estúdio, no Rio de Janeiro.

O protagonista do filme, Danilo Mesquita, que vive o rico empresário produtor de tomates, Teto, se disse encantado com a diversidade do ecossistema existente em Presidente Figueiredo, bem diferente do que já conhecia da Amazônia.

]“Estou emocionado, por estar no meio da floresta, isso me afeta espiritualmente, porque eu sou filho de Oxum e estou na casa dele, estão isso para é pura emoção. É muito gratificante, fazer um filme que eu adoro, com uma galera massa e nesse lugar lindo, que estava ansioso para conhecer”, disse.

A mocinha do filme, Giovanna Lancellotti, que dá vida a personagem Paula, definiu a experiência de gravar em Presidente Figueiredo, a mais incrível que já viveu na Amazônia. “Eu já tinha estado na Região, em Manaus e no Rio Negro, mas, essa é uma experiência nova. Gravamos em locações lindíssimas, cachoeiras lindas – eu gosto muito de cachoeira – então para mim foi maravilhosa essa experiência aqui. Estou ansiosa para vocês verem na tela”, define.

Ricos de Amor 2 também tem a participação da atriz indígena Kay Sara, da etnia Tariano e Tukano, nascida no povoado de Iauaretê, localizada no município de São Gabriel, na fronteira com a Colômbia, no Estado do Amazonas.

“Essa é a primeira produção que eu pego, onde eles têm realmente respeito pelas questões indígenas e, como eu luto bastante, pela representatividade de que indígenas vão estar fazendo personagens indígenas, para a gente poder fugir desse lugar de só característica indígena, e sim indígena com cultura. Eles estão respeitando bastante, estão sim, importando com isso”, destacou.

De acordo com o produtor Júlio Uchoa, o filme será lançado em meados de junho de 2023, em Manaus e também em Presidente Figueiredo. A ideia que ele chegue ao cinema no Dia dos Namorados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content