FVS descarta único caso suspeito de varíola dos macacos no Amazonas

Caso foi notificado no dia 1º de julho, em um paciente que esteve em Parintins, e estava em investigação desde então

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) descartou o único caso suspeito de monkeypox, mais conhecida como varíola dos macacos, no Amazonas, nesta quinta-feira (7/7). O caso foi notificado no dia 1º de julho e estava em investigação desde então.

O paciente de Manaus que apresentava sintomas “compatíveis” com a doença Monkeypox esteve em Parintins. As informações foram confirmadas pela FVS-AM.

“Ele viajou no dia 22 de junho para Parintins, em uma embarcação, acompanhando turistas estrangeiros. No retorno, no dia 27, começou a sentir os sintomas. Teve febre, dor de cabeça, linfonodos inchados e foi notificado pela Fundação Medicina Tropical. Desde então, ele vem sendo monitorado”, detalhou a diretora-presidente do órgão, Tatyana Amorim.

A amostra do paciente foi submetida a exames realizados pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), que recebeu o material encaminhado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM).

Na análise do paciente, foi realizado diagnóstico molecular por PCR, conforme protocolo da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que apresentou resultado não detectável para o vírus monkeypox.

Por protocolo nacional, uma segunda amostra foi encaminhada ao Lacen da Fundação Ezequiel Dias (Lacen/Funed), em Minas Gerais, e a FVS-RCP aguarda resultado do exame desta segunda amostra.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content