Susam ajuda a reorganizar fluxos de atendimento para Covid-19 nos hospitais do interior

Neste sábado, as equipes estiveram em Itacoatiara para orientar sobre estruturação da rede de atendimento e também entregar mais três respiradores e um desfibrilador.

Uma equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) está percorrendo um interior do estado para ajudar na reorganização do fluxo de atendimento de pacientes com o novo coronavírus. De acordo com o secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior da Susam, Cássio Espírito Santo, o fortalecimento da atenção básica nos municípios e a estruturação da rede de atendimento no interior têm reflexo na redução de casos e principalmente de óbitos por Covid-19. “A gente tem que se organizar para salvar o maior número de vidas, reduzir as mortes”, afirma.

Na sexta-feira (22/05), a equipe esteve nos municípios de Alvarães e Uarini, localizados no entorno do polo de Tefé, para avaliar e ajudar na reorganização do fluxo de atendimento de pacientes com o novo coronavírus.

Neste sábado (23/05), o secretário e equipe chegaram à Itacoatiara para entregar mais três respiradores e um desfibrilador. “Já havíamos entregado três respiradores para o município, que já possuía dois enviados pelo Governo para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Então, agora, são oito respiradores no total. Estamos levando técnicos para fazer a instalação e treinamento da equipe”, disse o secretário do interior da Susam.

A equipe também já esteve em Alvarães, no rio Juruá, norte do estado. No município, há uma Unidade Básica de Saúde (UBS) como porta de entrada para as pessoas com sintomas do novo coronavírus e, caso o quadro seja grave, são removidas por ambulância até o hospital.

A diretora do Hospital de Alvarães, Therezinha Aguiar, destacou o apoio do Governo do Estado no envio de insumos e equipamentos de proteção individual (EPIs).

O vereador de Alvarães, Ewerton Mendes, acompanhou a equipe da Susam nas unidades de saúde e relatou que a comunidade de Nogueira, que faz parte do município, está com voluntários para barreira sanitária. “Os próprios moradores fazem esse controle para que os casos não se espalhem”, afirmou.

Em Uarini, a Unidade Básica Fluvial é a referência para casos de Covid-19. A secretária municipal de Saúde da cidade, Orivane Lopes, explica que foi montada uma rotina para que profissionais da área realizem o monitoramento dos casos leves em domicílio. “Nós formamos uma equipe com médico, técnico, psicólogo, assistente social para que possam estar nas ruas, nas casas desses pacientes, realizando o acompanhamento”, disse.

O prefeito de Uarini, Antônio Uchoa, ressaltou que está sendo realizada uma ação de sensibilização com o uso de de carros de som pelo município para incentivar o isolamento social.

O Estado já enviou aos municípios de Alvarães e Uarini mais de 92 mil EPIs, 1.120 testes rápidos, além de insumos e medicamentos.

Em relação a recursos, os 61 municípios do interior do Amazonas receberam, de janeiro até abril de 2020, dos governos federal e estadual, R$ 72.348.851,40, sendo R$ 2,4 milhões para os municípios de Alvarães e Uarini. Os recursos se destinam ao financiamento de ações nas áreas de Atenção Básica, Média e Alta Complexidade e, principalmente, a investimentos para o enfrentamento da pandemia pelo novo coronavírus.

Do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), o Governo do Amazonas enviou R$ 257,7 mil para cada um dos municípios – Alvarães e Uarini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content