Governo promete liberar seguro-desemprego travado na próxima semana

Trabalhadores tiveram o beneficio bloqueado após realizar o saque imediato do FGTS.

Os trabalhadores que tiveram dificuldades para sacar o seguro-desemprego nos últimos meses terão seus pedidos reprocessados e liberados até o dia 22, quarta-feira da próxima semana. A informação é da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

De acordo com o órgão, o saque imediato do FGTS travou a concessão do seguro-desemprego. Segundo a secretaria, quando acontece um saque do FGTS que não seja por rescisão do contrato de trabalho, o seguro-desemprego bloqueia automaticamente e só é possível destravar com um recurso administrativo. Isso acontece porque, no cadastro do Ministério da Economia, constará mais de uma informação sobre o FGTS dele.

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, os relatos de trabalhadores sobre divergências entre o saque imediato do FGTS e a concessão do benefício começaram a chegar na segunda quinzena de dezembro. Após a detecção do problema, o Ministério da Economia iniciou os processos corretivos nos seus sistemas para solucionar a questão, com suporte da Caixa.

O seguro-desemprego é um benefício pago quando o trabalhador é demitido sem justa causa. São de três a cinco parcelas, dependendo do tempo de trabalho, calculado com base no salário do contrato. O valor mínimo pago é de um salário mínimo, R$ 1.039. Para quem solicita o benefício pela primeira vez é preciso ter no mínimo um ano de carteira assinada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content