Objetos cotidianos ganham protagonismo em exposições paulistas

Presente em praticamente tudo criado pelo ser humano, o design dita como o mundo é percebido pelas pessoas, abrangendo desde a decoração das casas, os produtos de uso pessoal e objetos de uso diário, como talheres e pratos, até obras de arte.

Por todo o Brasil, existem diversos elementos característicos de design, sejam eles propositais ou não, que se tornaram símbolos amplamente reconhecíveis: os tradicionais pisos de caquinhos de cerâmica vermelha; as cadeiras de plástico e mesas de metal dobrável caracterizando os bares de bairro e lanchonetes; as calçadas com mosaicos pretos e brancos em Ipanema. Todos esses designs, enraizados no cotidiano, acabam, por vezes, passando desapercebidos, como é o caso dos filtros de barro, encontrados em casas por todo o país.

Pensando em dar destaque para os tantos produtos importantes que aumentam a qualidade de vida e facilitam as rotinas, além de serem visualmente instigantes, museus e instituições culturais ao redor do mundo, e principalmente em São Paulo, se dedicam a preservar e tornar mais conhecidos tais objetos. Um desses espaços é o Museu da Casa Brasileira, único do país integralmente dedicado a arquitetura e ao estudo das casas e patrimônios nacionais, com um grande acervo dedicado a uma amostra desse design, mostrando as diversas fabricações, estruturas e materiais usados em cadeiras, louças, móveis, entre outros itens domésticos, que compõem casas há décadas. Há anos sediado na Avenida Brigadeiro Faria Lima, o acervo ganhará novo endereço na Vila Mariana, na Casa Modernista, em 2025.

Já o Museu do Objeto Brasileiro é um importante espaço dedicado a preservação de peças de cerâmica, bordados, joias, itens de vestuário de caráter artesanal, com o objetivo de levantar reflexões sobre a identidade cultural brasileira por meio do cotidiano e estabelecer relações entre as diferentes artes.

Também na capital paulista, está em cartaz na Japan House São Paulo uma exposição dedicada a descobrir designs icônicos do Japão: “Design Museum Japan: investigando o design japonês”, traz pesquisas de oito criadores convidados a investigar diferentes províncias nipônicas e reconhecer designs feitos tanto por pessoas comuns, quanto por profissionais de diversas áreas. A mostra fica em cartaz até dia 11 de junho. Mais do que estética, as exposições buscam ressaltar o caráter funcional e identitário do design dentro da cultura.

Serviço:

Museu da Casa Brasileira
Local: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, São Paulo/SP
Horário de funcionamento: De terça aos domingos, das 10h às 18h
Mais informações no site.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada)

Museu A Casa do Objeto Brasileiro
Local: Avenida Pedroso de Morais 1216 1234, São Paulo/SP
Horário de Funcionamento: De terça aos domingos, das 11h às 19h
Mais informações no site.
Entrada gratuita.

Japan House São Paulo
Exposição “DESIGN MUSEUM JAPAN: investigando o design japonês”
Local: Avenida Paulista, 52, São Paulo/SP
Período: 28 de março a 11 de junho de 2023
Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h
Mais informações no site.
Entrada gratuita.

Skip to content