Postes de iluminação são retirados e subida do rio Negro cobre parte da praia perene na Ponta Negra

Faixa de areia do balneário fica reduzida com a subida das águas e a área é adaptada com a distribuição dos quiosques e equipamentos para melhor conforto dos frequentadores do balneário

Nesta quarta-feira (18/05), o rio Negro atingiu a marca de 29,29, três centímetros acima da registrada na terça-feira, atingindo a décima terceira maior medição de enchente realizada pelo porto de Manaus em 120 anos. Como forma de prevenção aos efeitos da cheia, a prefeitura de Manaus fez a retirada de dois postes de iluminação que ficavam mais próximos da área de enchente, na praia da Ponta Negra, zona Oeste.

A faixa de areia do balneário fica reduzida com a subida das águas e a área é adaptada com a distribuição dos quiosques e equipamentos para melhor conforto dos frequentadores do balneário. Com o alerta para o rio cheio, o Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados simples, como atenção com as crianças, que deve ser redobrada.

Conforme o comandante do Pelotão de Guarda-Vidas, tenente Aluísio Cruz, é preciso ter sempre alguém de olho na criança, como uma sentinela mesmo, ininterruptamente. “A criança é muito dinâmica, está em movimento num ambiente que é novidade e ela não tem dimensão da real situação dos cuidados que precisa ter”, comenta.

Segundo Aluísio, os pais, parentes e responsáveis têm que ter essa observação em manter atenção direcionada às crianças. Já os adultos devem buscar ter conhecimento do local onde mergulham e tomam banho, assim como de técnicas de natação e flutuação. “Às vezes podemos achar que um local é raso, mas tem 1 metro ou 2 metros, a pessoa afunda, não consegue bater água e pode ter um risco de afogamento. Também atentar para o uso de bebida alcóolica e banho no rio”, alerta.

Cota

Se o rio Negro mantiver uma média de subida de 2 centímetros por dia, a enchente de 2022 pode ficar entre as quatro maiores da história. A maior cheia registrada no Amazonas foi a de 2021, quando o rio Negro atingiu a cota de 30,02 metros em 16 de junho.

As águas escuras do Negro encobrem trechos da praia perene. Com a enchente, a área de praia fica reduzida e os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros, mantendo a segurança.

Salva-vidas estão na praia para prevenção e possível necessidade de resgate nas águas. Desde 2011, a praia não desaparece mais por completo sob as águas do Negro durante a enchente.

A técnica perene foi a mesma usada em praias famosas como a de Copacabana (RJ) e nas ilhas artificiais de Dubai, nos Emirados Árabes. A praia perene, que tem 4,8 mil metros quadrados, foi entregue durante a obra de requalificação da primeira etapa da Ponta Negra, no ano de 2012.

 Segurança

A prefeitura de Manaus ressalta que é importante respeitar as normas de uso do espaço e não ultrapassar o cordão de isolamento na água, colocado pela equipe de salva-vidas do Corpo de Bombeiros, que indica a área de segurança dos banhistas no rio.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até as 17h – horário permitido ao banho –, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content