Ação de educação ambiental orienta indígenas sobre descarte de resíduos sólidos margens do rio Araguaia

Programa Aldeias Limpas é uma iniciativa da Semarh para chamar atenção das crianças indígenas sobre os problemas gerados pelos resíduos sólidos depositados de forma inadequada na aldeia

Crianças indígenas de até 12 anos, da etnia Karajá, no município Lagoa da Confusão, em Tocantins, participaram durante esta semana, de ações de educação ambiental, realizadas pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins (Semarh), em parceria com a prefeitura do município.

As ações fazem parte do Programa Aldeias Limpas (Programa Aldeia Tyra Tyramy), que tem como objetivo sensibilizar a comunidade, incluindo as crianças, sobre os problemas gerados pelos resíduos sólidos depositados de forma inadequada na aldeia, que acaba se acumulando às margens do rio Araguaia.

O Programa Aldeias Limpas é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Lagoa da Confusão, coordenada pelo secretário Maxwell Viana. Segundo o diretor Claudio Carneiro, ações como esta são importantes, pois o compromisso com a destinação correta dos resíduos sólidos deve envolver toda a sociedade. “A gestão e o gerenciamento dos resíduos sólidos são de responsabilidade de todos e exigem transformações na maneira de pensar e agir”, ressalta.

A primeira etapa dos trabalhos de educação ambiental foi realizada na Escola Estadual Indígena Kumana, que atende aproximadamente 300 alunos, sendo 30 deles da Aldeia Indígena Kaxiwe. A ideia é chamar atenção das crianças para a temática ambiental, afinal, como afirma a gestora ambiental Fernanda Ávila, “quanto mais cedo o tema for abordado, maiores as chances de despertar a consciência das crianças para a preservação do meio ambiente”.

A equipe foi recepcionada pelo cacique Fernando Maurawa e teve como ponto de apoio a residência do líder indígena Cléber Ixydeo Karajá, também professor de Matemática, Física e Ciências. A ação contou com a colaboração do coordenador Edmilson Habudia como intérprete, que transmitiu a mensagem de forma lúdica as crianças da aldeia Karajá. (Com informações de Cláudio Carneiro)

Fotos: Divulgação/Semarh

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content