Vacinação contra gripe terá 112 postos a partir desta segunda-feira

Vacinação contra gripe terá 112 postos a partir desta segunda-feira

Além dos 57 postos que já disponibilizam a vacina, a Semsa vai oferta o serviço em outros 55 locais nas zonas Norte, Sul, Leste, Oeste e rural, totalizando 112 postos

A Prefeitura de Manaus vai iniciar nesta segunda-feira (25/5) uma ampliação dos postos e estratégias da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Além dos 57 postos que já disponibilizam a vacina, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai iniciar a oferta do serviço em outros 55 locais distribuídos nas zonas Norte, Sul, Leste, Oeste e rural, totalizando 112 postos.

Entre as Unidades de Saúde com a oferta da vacina, 38 da Estratégia Saúde da Família (ESF) irão iniciar o agendamento para a imunização da população do território de abrangência. Já as unidades de saúde que são referência para atendimento da Covid-19, mesmo sem colocar em funcionamento a sala de vacina, irão montar postos em locais estratégicos para atender a população, facilitando o acesso ao serviço, como escolas e associações de moradores.

O público-alvo prioritário dos postos de vacina das ESFs são crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, mães no pós-parto até 45 dias (puérperas), trabalhadores da saúde, adultos de 55 a 59 anos e professores. A vacina de idosos a partir de 60 anos continua sendo realizada em domicílio até o dia 5 de junho, conforme determinação do Ministério da Saúde.

De acordo com a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes, o agendamento das famílias situadas no território das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) para a vacinação será feito com horário pré-estabelecido, evitando filas e aglomeração.

“As estratégias para a vacinação contra a influenza foram planejadas para reduzir o risco de disseminação da Covid-19, mas as UBSFs também irão receber a demanda espontânea da população que não é cadastrada na Saúde da Família, obedecendo regras de distanciamento social”, informa Isabel Hernandes.

A enfermeira lembra ainda que a orientação é para que os pais e responsáveis compareçam ao posto de vacina levando apenas a criança que será vacinada, os responsáveis deverão estar utilizando máscaras, alerta Isabel.

Postos estratégicos

A campanha contra a influenza também tem como público-alvo pessoas com deficiência, trabalhadores de transporte coletivo, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento na ativa, e caminhoneiros.

As pessoas que integram os grupos prioritários, conforme orientação do Ministério da Saúde, podem procurar um dos postos de vacinação situados nas Unidades de Saúde, ou instalados em locais estratégicos, como o Parque Municipal do Idoso, localizado no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, funcionando de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

Para evitar aglomeração nos postos, a Semsa orienta a população para seguir um cronograma de atendimento, de acordo com o mês de nascimento. Pessoas que nasceram nos meses de janeiro, fevereiro e março devem procurar um posto de vacinação nas segundas-feiras; pessoas nascidas em abril e maio podem procurar a Unidade de Saúde nas terças-feiras; em junho e julho nas quartas-feiras; agosto e setembro nas quintas-feiras; e outubro, novembro e dezembro nas sextas-feiras, seguindo até o final da campanha.

Ao comparecer ao posto de vacina, além do documento de identidade com foto, trabalhadores da saúde devem apresentar também Carteira do Conselho ou documento que comprove a condição profissional. Já portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem apresentar laudo ou receita médica.

Pessoas das forças de segurança e salvamento podem apresentar a carteira ou crachá funcional que comprove exercício ativo da profissão; funcionários do transporte coletivo (motoristas e cobradores) apresentam crachá ou contracheque; gestantes, crianças e puérperas precisam apresentar o cartão de vacina e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS); para professores é necessário o crachá ou contracheque; adultos de 55 a 59 anos podem apresentar o RG; Caminhoneiros devem apresentar crachá e contracheque que comprovem o exercício profissional e CNH (C, D e E).
A lista com o endereço dos postos de vacina contra a influenza pode ser acessada no site da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content