Samsung transporta, gratuitamente, testes rápidos e EPIs comprados pelo governo do Amazonas

Carregamento transportado pela empresa inclui 15 mil unidades de aventais descartáveis, além de um lote com seis mil testes rápidos para o novo coronavírus

A Samsung do Brasil, que produz aparelhos de televisão, câmeras e celulares no Polo Industrial de Manaus, transportou, gratuitamente, doou para o governo do Amazonas um carregamento de 15 mil unidades de aventais descartáveis e um lote com seis mil testes rápidos para o novo coronavírus. De acordo com o governador Wilson Lima, novo carregamento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e testes rápidos foram adquiridos pelo governo para reforçar as ações de combate ao novo coronavírus na capital e no interior.

A carga faz parte de uma compra realizada pelo Estado que seria transportada por via terrestre e teria um prazo maior para a entrega. Porém, para evitar escassez no abastecimento de alguns itens, o governo preferiu retirar os lotes diretamente com os fornecedores e trazê-los por via aérea.

Os seis mil testes rápidos transportados pela empresa Samsung do Brasil serão entregues na Central de Medicamentos (Cema) e distribuídos nas unidades de saúde da capital e municípios do interior. A doação foi feita por intermédio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

Para a secretária de saúde, Simone Papaiz, as doações contribuem para o trabalho desenvolvido no estado para combater à Covid-19. “É fundamental a participação dessas empresas, como a Samsung, porque fortalece as ações do Estado, não apenas na capital, como nos municípios que estão recebendo os itens doados”.

A Samsung já realizou a doação de 500 tablets para a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), que darão apoio ao trabalho de atendimento realizado pela rede de saúde estadual aos pacientes de Covid-19.

Os primeiros aparelhos foram entregues para a Coordenação Estadual de Controle de Infecção e Serviço de Saúde, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), que atua nas unidades hospitalares de referência e retaguarda para Covid-19, com o monitoramento diário de casos confirmados e envio de dados aos sistemas de informação pactuados pela Susam e FVS.

Além dos tablets, a empresa também doou 50 termômetros a distância, cinco mil máscaras N95 e 12 mil litros de água sanitária para ajudar na higienização das unidade de saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content