Distribuição de medicamentos para pacientes do interior é ampliada pela FCecon

Farmácia da FCecon adotou procedimento de liberação de medicamentos para tratamento de até dois meses para pacientes do interior

Por conta das medidas de restrição de circulação da população necessárias para reduzir o contágio do novocoronavírus, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) ampliou a distribuição de medicamentos para os pacientes oncológicos que moram no interior. A partir de agora, o procedimento prevê a liberação de medicamentos para tratamento pelo prazo de até dois meses para esses pacientes.

Tradicionalmente, a FCecon libera os medicamentos aos pacientes uma vez ao mês, em dia e horário previamente agendados. Devido às restrições no transporte fluvial, muitos passaram a ter dificuldade em buscar seus remédios na Fundação.

“Neste caso, tomamos essa medida para facilitar o dia a dia dos nossos pacientes. Somente em 2019, atendemos 421 pacientes do interior do Amazonas. Daí vemos a importância da FCecon em fornecer atendimento aos pacientes oncológicos seja da capital e dos municípios do interior”, afirma o diretor-presidente da FCecon, Gerson Mourão.

Estoque – A liberação dos tratamentos pelo período de  até dois meses para o paciente do interior depende do estoque e é realizada sem prejuízos aos demais pacientes. Devido à pandemia, a malha aérea está trabalhando com logística reduzida. No entanto, a Farmácia está realizando o controle e não registra falta de medicamentos na Fundação.

O estoque de medicamentos da FCecon está normal, atendendo a demanda dos pacientes. O serviço também não sofreu nenhum tipo de alteração nos horários de atendimento e continua com todos os seus trabalhos ininterruptos durante a pandemia.

Dispensação – A dispensação de medicamentos na FCecon é mensal e agendada justamente para manter o estoque controlado, conforme as drogas medicamentosas chegam das transportadoras e são entregues aos pacientes.

No caso dos pacientes do interior, há a opção para que a Representação dos Municípios faça a retirada do medicamento e envie para os usuários nas cidades. Essa solicitação deve ser feita pelo paciente junto ao seu município. O representante deve trazer seu documento pessoal, comprovação do cargo de representante, uma foto da carteirinha da FCecon do paciente, a receita médica e assinar um documento de retirada do medicamento.

Nos demais casos, para receber o medicamento, paciente ou um familiar devem ir à Farmácia Ambulatorial da FCecon, no prédio principal, levando receita médica, documentos pessoais e a carteirinha da Fundação. No setor, são entregues medicamentos comuns e para tratamento da dor. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 7h30 às 12h e das 13h às 18h.

Este também é o horário de funcionamento do Consultório Farmacêutico, onde são dispensados os medicamentos quimioterápicos, como os do tratamento de hormonioterapia.

Números – Em média, são atendidos 1.300 pacientes por mês no Consultório Farmacêutico. Já a Farmácia Ambulatorial atende em torno de 3.000 pacientes todos os meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content