Plínio Valério propõe uso de verbas do Fundo Amazônia no combate ao coronavírus

Fundo recebe dinheiro estrangeiro para financiar ações de prevenção, monitoramento, conservação e combate ao desmatamento da floresta amazônica.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) encaminhou proposta aos técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que é responsável pela gestão do Fundo Amazônia, para que ao invés financiar ações de prevenção, monitoramento, conservação e combate ao desmatamento, os recursos sejam utilizados para o combate à pandemia da covid-19 na região.

De acordo com Plínio Valério, sua proposta está sendo avaliada e estabelece o uso do dinheiro principalmente na criação de hospitais de campanha para atender a população indígena que vive nas aldeias. Ele destacou que até agora os casos ocorridos no Amazonas são de índios que moram em áreas urbanas.

O senador disse que seu objetivo é evitar que a pandemia se espalhe pelas aldeias, o que criaria um grave problema de saúde entre os índios. Além disso, segundo ele, tal situação poderia ser utilizada no exterior para criticar as autoridades brasileiras.

“É que se começar a morrer índio no Brasil, pode anotar aí, aquele pessoal que adora o modismo de combater desmatamento e queimada na Amazônia vai dizer que o governo brasileiro está promovendo genocídio contra os índios. Vão dizer”, afirma.

Criado em 2008, o fundo recebe recursos principalmente dos governos da Noruega e da Alemanha, com o objetivo de financiar ações de prevenção, monitoramento, conservação e combate ao desmatamento da floresta amazônica.

Plinio Valério disse que não entrou em contato com representantes desses países europeus, mas com técnicos do Bndes, que é o responsável pela gestão desses recursos.

Da redação, com informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content