Manaus registrou 119 mortes na nesta primeira segunda-feira de maio

Cerca de 70% das vítimas foram diagnosticadas ou apresentavam sintomas do Covid-19. Apenas três famílias optaram pela cremação.

Boletim divulgado na manhã desta terça-feira (5/5) pela Prefeitura de Manaus revela que 119 pessoas foram sepultadas em Manaus, na primeira segunda-feira de maio. A maioria (95) foi sepultada nos cemitérios públicos da capital, administrados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e outros 24 nos dois cemitérios privados da cidade.

Embora a prefeitura de Manaus esteja disponibilizando gratuitamente o serviço de cremação, apenas três corpos foram cremados. A opção por cremar corpos de parentes é pouco utilizada no Amazonas, principalmente em função da tradição católica de enterrar os mortos.

Do total de óbitos, 22 foram em domicílio e 24 usaram o serviço do SOS Funeral, gerenciado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc). Entre as causas de morte, 12 pessoas tiveram no atestado a confirmação para Covid-19 e mais uma com suspeita da doença. Outras 14 foram registradas como causa desconhecida ou indeterminada e mais 42 por motivo de síndrome ou insuficiência respiratória ou ainda parada cardiorrespiratória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content