Cobrança de empréstimos consignados de servidores municipais pode ser suspensa

Proposta não inclui perdão da dívida, mas suspensão temporária das parcelas por tempo determinado

A Câmara Municipal encaminhou, ao prefeito Arthur Neto, a indicação do vereador Alonso Oliveira (Avante), que propõe que a prefeitura de Manaus suspenda por 90 dias os descontos das parcelas dos empréstimos consignados dos salários dos servidores públicos municipais, bem como aposentados e pensionistas.

Aprovada pelos vereadores, em seu texto, a indicação diz que agrega em seu bojo, uma proposta de solução ao impacto da pandemia do novo coronavírus, principalmente aos aposentados e pensionistas, que de acordo com a proposta podem estar entre os mais afetados pela crise.

“Diante do fato de que parte das famílias manauaras dependem dos rendimentos dos servidores públicos municipais, importante que sejam tomadas todas as medidas possíveis, e que estejam ao nosso alcance, para amenizar os efeitos da crise já existente, e ainda a piorar”, afirmou o vereador Alonso em sua indicação.

A proposta não inclui perdão da dívida, mas tão somente a suspensão temporária das parcelas por tempo determinado, até o momento inicial e mais delicado passar. A indicação agora aguarda a sanção do prefeito Arthur para entrar em vigor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content