Codam fecha 2019 com pauta recorde em investimentos e quase duas mil novas vagas de emprego

O Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) realizou, nesta terça-feira (10/12), sua sexta e última reunião do ano, no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam). Responsável pela política estadual de incentivos fiscais, o Conselho apreciou uma pauta com investimento recorde de R$ 2,276 bilhões e previsão de abertura de 1.850 vagas de trabalho no período de três anos.
De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e vice-presidente do Codam, Jório Veiga, a pauta deliberada nesta terça-feira foi a que concentrou o maior volume de investimentos em 2019, ano em que a média de recursos ficou na faixa de R$ 650 milhões. A exceção foi a reunião realizada em janeiro, que aprovou pauta com R$ 1 bilhão de investimentos.
Do total de 47 projetos industriais submetidos à análise, 24 eram de bens finais e 17 de bens intermediários (peças e componentes). Segundo Jório Veiga, as variações de investimentos das pautas aprovadas pelo Codam refletem a realidade macroeconômica do País, mas o governo vem trabalhando intensamente para abrir novas frentes de negócios, sobretudo na área da bioeconomia.
Investimentos – Entre os destaques da pauta da 283ª reunião do Codam estavam os projetos da Foxconn Moebg Indústria de Eletrônicos para a produção de roteadores digitais e aparelhos reprodutores de multimídia com tecnologia “over the top” por assinatura para uso via internet, com investimentos totais estimados em R$ 98 milhões. O grupo também se compromete a gerar 179 empregos no mercado de trabalho local.
A Tec Toy submeteu aos conselheiros proposta para fabricação de triciclo elétrico com recursos de R$ 74,124 milhões e contratação de 48 trabalhadores. Já a Samsung Eletrônica da Amazônia pretende fabricar smartwatches, projeto que tem investimento de R$ 653 milhões e necessidade de contratação de 31 colaboradores.

No setor primário, a WS Indústria de Beneficiamento de Frutas da Amazônia apresentou projeto para a produção de sorbet de açaí com investimentos de R$ 949 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content